A Igreja

Por incrível que pareça ainda existem pessoas em dúvida sobre isso. Para esclarecer esse assunto de uma vez por todas, vou dar a seguir uma série de explicações curtas e fáceis de entender.

Igreja

Essa estrutura dominical religiosa, ou seja, ir à igreja aos domingos e cantar louvores, sentar e escutar alguém falar em nome de Deus, é um engano.

Dízimo

Pastores que pedem aos seus fiéis que deem o dízimo, por qualquer motivo que seja, ou são ignorantes ou mal-intencionados.

Não existe dízimo. Isso é uma mentira perpetuada. Pare de ser enganado.

Louvor e Adoração

Essa estrutura religiosa de preparar o povo para a palavra que vai ser ministrada é enganação e manipulação.

Louvor é íntimo, expontâneo e simples.

Adoração brota dentro de você, ministrada pelo próprio espírito quando ele assim o quer.

Pare de tratar Deus como um soberano psicótico.

Culto

Culto brota dentro de você, simples e singelo. Brota conforme a sabedoria multi-forme de Deus, através do Espírito Santo.

Ir ao mesmo lugar, com as mesmas pessoas, e repetir sempre o mesmo ritual é engano.

Você na praia com seus amigos sendo feliz é culto. Você no McDonalds com sua família é culto.

O que passa disso é engano e mentira.

Chega de mentira. Você pode ir a igreja quando quiser, e se não quiser ir nunca mais você pode também, e não haverá retaliações espirituais por causa disso.

Nunca mais deixe ninguém usar situações da vida para aprisionar você.

Conclusão

Pastores e estruturas religiosas aprisionam as pessoas, como as sanguessugas. Sem o fluxo de sangue delas eles não sobrevivem. Uma estrutura religiosa não sobrevive sem o seu trabalho gratuito, e sem o seu dinheiro. Você é um escravo espiritual.

Eles usam o medo para manter você aprisionado. Eles dizem: cuidado! Satanás está ao redor! Cuidado com as palavras estranhas! O inimigo anda disfarçado.

E com palavras assim eles levam milhões e milhões de pessoas simples, humildes ou simplesmente desavisadas, por um caminho de religiosidade.

Toda vez que alguém tentar usar o medo para convencer você a fazer qualquer coisa, lembre-se: o perfeito amor lança fora todo medo.

Síndrome do Arrebatamento

Eu descobri que eu sofro de Síndrome do Arrebatamento.

Tantos anos na Igreja ouvindo “cuidaaado, a qualquer momento você pode ser deixado pra trás, cuidaaaadoo” (tente imaginar isso na voz do Cid Moreira), me geraram uma espécie de Fobia.

Por exemplo, quando alguém sai do recinto em que eu estou, mas eu não percebi ela saindo, e daí eu vou procurá-la e ela não está lá, pronto! Na mesma hora eu já penso “Meu Deus será que ele foi arrebatado?”

E aí eu já começo a fazer inúmeras comparações. Porque ela foi arrebatada e eu não? Porque Deus quis aquela pessoa e não me quis? Eu era tão ruim assim?

Um dia desses eu podia jurar que vi meu chefe na sala dele. Daí eu levantei pra ir falar com ele, e puft, o cara tinha sumido. É claro que eu pensei que ele foi arrebatado, é assim que funciona a Síndrome. Eu me apavorei. Deus escolheu meu chefe e me deixou pra trás?

Segundos depois o cara saiu do banheiro e eu respirei aliviado.